BlogBlogs.Com.Br

27.11.05

Caindo das Nuvens

Terminada minha experiência na nuvem da biblio resolvi entrar numa cafeteria pra escrever sobre o que tinha acontecido com + vagar. Na Bloor / Spadina fiquei oscilando entre o tradicional Starbuck e o canadense Second Cup. Acabei indo pro canadense atraido pelo cartaz: hot spot Rogers. Yeeaaah. A gente sempre ve na TV e nos filmes as pessoas trabalhando com seu notebook nessas cafeterias. Peguei um chocolate quente ultra incrementado, pois fui dizendo sim pra tudo que a atendente perguntava. Sentei numa mesa, abri o toshiba, liguei e fiquei esperando.... O icone da anteninha não armava e eu abri o prog e mandei escanear. Ele achou um Rogers e eu selecionei. A anteninha armou e começou a irradiar. Eu estava conectado. Estava? Abri o explorer e veio uma pg pra la de fajuta da Second Cup mandando eu identificar meu provedor ou entrar meu cartão de crédito. Eu seria cobrado pelo tempo de utilização. Ninhuma palavrinha sobre quanto era pra navegar naquela nuvem poluida e fedorenta. De repente caiu a ficha: Rogers/Second Cup Bells/Starbuck. Lembrei de novo das imagens que aparecem, o ambiente, o tipo de cara afrescalhado e pirua desfilando, aquele aquario pra fisgar peixe bobo... E eu comecei a entender porque o black block e a garotada quebra aquela pôrra daquelas vidraças nas manifestações. Rogers hotspot? Bells hotspot? To fora. Sou coolspot. To atirando a primeira pedra nessas bostas sem pensar 2 x.

Andando nas Nuvens

Resolvi fazer uma experiência com o velho toshiba wireless. Botei ele na bolsa e fui pra Robarts. Ele se conectou de prima, sozinho, usando o x-micro 802.11b. Ai fui com ele pra entrada da casa que vou morar, na 14 Glen Morris. Ele conectou de novo na nuvem de conectividade da UoT. To eu aqui dedilhando essa nota, imerso, passeando nas nuvens com meus dedos congelando a -5 graus celsius. As vezes a vida nos sorri e pisca o olho...