BlogBlogs.Com.Br

12.6.09

PM incita conflito na USP para seqüestrar liderança da greve



A guerra de informação (infowar) deflagrada pela Secretaria de Educação de São Paulo está tropeçando na guerra em rede (netwar) dos movimentos sociais. A gritaria dos 4 irmãos - mesquitinha, friazinho, civitinha e marinho - destinadas a nos convencer que essa gente do PSOL é autoritária e violenta esbarrou na blogosfera que aditivada com a Web 2.0 esta virando de cabeça para baixo as versões oficiais dos fatos. Enquanto a máfia do noticiário se esgoela para assentar a versão oficial, o material que eles produziram é revirado pelas vozes independentes do ativismo interneteiro que revelam toda a armação por trás do barulho. Desde o dia 9 eles venderam o peixe da "minoria-intolerante-e-violenta-que-confrontou-a-polícia." Mas a blogosfera não arrefeceu, os trezentos reviraram sem cessar o noticiário. Agora ta no Youtube, no blog do Túlio ou no do Arles, mas estava originalmente na matéria da Globo no Jornal Hoje SP: O comandante da PM Claudio Lobo declarou no vídeo acima que existia "uma ordem pra prender alguns líderes" por estarem "incitando esta greve." Ou seja a PM estava na USP para prender ilegalmente a liderança da greve - o que significa na prática seqüestrar grevistas.

Por essas e outras os brucutus do tucanato se escondem por trás do Azeredo e seu AI 5 digital. Eles querem o monopólio do barulho, a liberdade para comprar a peso de ouro os serviços de guerra da informação (infowar) da grande mídia, calando o chilrear da passarada que canta livremente na blogosfera.

2 comentários:

nomadismocelular disse...

Meu caro, seu post é pra lá de pertinente. Vou replicá-lo via Twitter/Facebook. Sua análise é brilhante. No século 21, a web 2.0 tem se mostrado eficientíssima para confrontar a mídia chapa-branca. Vide outro exemplo, o blog da Petrobras, que, em 12 dias, criou um novo paradigma para o século 21. Parabéns,
abraços de zeros e uns,
Mari-Jô Zilveti

Mariana disse...

Brucutus tucanos. Vi a minha mãe falando agora! rs